quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Método para Ensinar Crianças a Jogar Xadrez

(sem recorrer às analogias de combate/guerra)

Por Smaily Prado

Nomenclatura:

Cada exército do xadrez se torna uma “família”.

O Rei de cada “família” se torna o “Pai” da família.

A Rainha é a “mãe”. Os Bispos e Cavalos são os “Tios”.

As Torres são os “avós” e os peões se tornam as crianças.

Explique da seguinte maneira:

Os Pais de cada família (o Pai Preto e o Pai Branco) são ótimos contadores de história, tanto que a outra família fica curiosa para ouvir as histórias do Pai da família do outro lado do tabuleiro.

As famílias não gostam que outras famílias ouçam as histórias que seus Pais contam, portanto, tentem impedir qualquer um que seja de outra família a chegar perto do Pai.

O Pai, por sua vez, só irá contar suas histórias para pessoas de outra família se eles fizerem uma roda em volta dele de forma que ele não tenha como sair do lugar e resolva contar histórias (xeque) e tomar mate (xeque-mate).

Com relação a “comer” uma peça, ou mesmo “matá-la” isto se tornará uma questão de gentileza. Quando peças de famílias diferentes “encontram-se” ou “enxergam-se” (veja a explicação disto logo abaixo) um membro da família pode pedir que, por gentileza, pedindo licença, para que aquela peça se retire e ela possa ficar em seu lugar.

As peças tem olhos diferentes:

(sobre como as peças são “comidas” e suas movimentações)

As peças só poderão pedir às peças da outra família para se retirarem, se elas conseguirem “enxergar” a outra peça.

Seus movimentos também serão determinados por sua capacidade visual.

Como funciona:

Os “filhos” (Peões) tem 2 olhos diagonais apenas para frente (pois só comem nas diagonais).

Os “Tios” (Bispos) tem 2 olhos diagonais frontais e 2 olhos diagonais traseiros (pois andam nas diagonais para frente e para trás).

Os “Tios” (Cavalos) tem 2 olhos estranhos, saltados como minhocas e que fazem uma curva no formato da letra “L”.

A “Mãe” (Rainha) tem muitos olhos ao redor da cabeça inteira. Todos os seus olhos são BEM GRANDES (para enxergar bem longe). Assim ela consegue andar para qualquer lado e como seus olhos são grandes ela consegue enxergar bem longe, podendo andar para bem longe e para qualquer direção.

O “Pai” (Rei) também tem muitos olhos ao redor da cabeça, mas todos os seus olhos são BEM PEQUENOS. Com isso ele pode andar para qualquer direção, mas apenas 1 quadradinho, porque não enxerga muito bem.

Fonte: Expressionando

******
Algumas dicas de respostas do Yahoo, de Ideias para suas aulas de Xadrez

1-
Apresente o tabuleiro, e a posição correta do tabuleiro, apresente as peças e os nomes das peças, dê uma aula sobre o movimento de cada peça... comece ensinando o movimento do bispo, depois da torre, depois explique o movimento da dama (e do rei) como a combinação dos movimentos do bispo e da torre... o cavalo anda 2 casas como torre e uma como bispo... e assim por diante...

Ensine como as peças "tomam" outras peças... e quando as proprias peças se tornam obstáculos...

Ensine o movimento dos peões...

(no começo esqueça o prise enpassant e os movimentos de roque...)

ensine a arrumar o tabuleiro

monte muitas posições de mate em 1.

Recomendo que voce adquira um mural de xadrez (no mercado livre tem vários) os de lona são baratos...

vá progredindo lentamente... as posições de mate...

repita partidas... pequenas (miniaturas) com maximo de 20 movimentos...

crie torneios entre os alunos e simultaneas com voce...

um bom exercicio em grupo é o lance do mestre... repita uma partida com os meninos tentando prever os lances chaves, voce pode explicar o porque de cada lance, e porque certos lances alternativos são fracos e outros interessantes ...


2 -

Uma didática aconselhável:
Comece mostrando o Tabuleiro. O que são colunas, fileiras, diagonais. Pode trabalhar a notação também com os nomes de cada casa (a1, b2, c3...)
Depois comece a mostrar as peças. Primeiro o Rei! a peça mais importante do jogo, seus movimentos e sua captura.
Depois apresente a Dama (ou Rainha), a peça mais poderosa. Mostre moviemto e captura com essa peça.
Depois parta direto pros fundamentos do jogo: Xeque, Xeque-mate e afogamento (é bom se saber desde início que nem sempre uma partida termina com um vencedor). O princípio dessa didática que estou tentando explanar é colocar o iniciante o mais rápido possivel em contato com o fundamental do xadrez: xeque e xeque mate. Depois vá trabalhando cada peça: A Torre - movimento, captura, xeque, mate e afogamento. Depois Bispo (são necessários 2 para dar mate), Cavalo e por fim o Peão.
Você pode ver mais dessa didática nas minha fonte.
Tenho trabalhado com ela, ensinando aos poucos o jogo. Também é possível trabalhar com pré-jogos. Não adianta querer ensinar tudo de uma vez só, é necessário saber trabalhar com a ansiedade dos que estão aprendendo e querem logo sair jogando.

Fonte(s): www.cex.org.br

Um comentário:

  1. Desculpem, mas não vejo a necessidade de se substituir o nome dos personagens do jogo. Acredito que as crianças são capazes de compreender usando-se, Rei, Rainha/Dama..etc.... Penso que a mudança pode gerar confusão desnecessária. Obrigada.

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

Outros templates

 
2009 Template Scrap Rústico|Templates e Acessórios